Bem-vindos!

Profile

Ela gosta de beijos na testa, abraços apertados, sorrisos verdadeiros. Ela odeia gente falsa, tem medo da solidão. Ela quer cair de paraquedas, tocar violão e viver aventuras. Ela também usa vestidos, sapatilhas e também ouve rock n' roll. Ela grita, briga, mas ela também chora por amor. Ela gosta de sms de madrugada e de ligações inesperadas. Ela quer carinho e atenção. Ela quer vestir o moletom do namorado, quer flores sem data especial. Ela adora doces e num passa um dia se quer sem comer besteira. Ela gostar de sair mas prefere mesmo é ficar em casa de bobeira. Ela é mimada mas também é decidida. É.. ela sou eu!


Twitter

@Irllamirelly



Permalink | 15:35 | 03.01.2013



Permalink | 20:14 | 02.01.2013 | 112 | reblogged from eusouteu



Permalink | 21:28 | 01.01.2013 | 257 | reblogged from raissabulhoes



Permalink | 21:24 | 01.01.2013 | 32 | reblogged from raissabulhoes

raissabulhoes:

Quando eu era criança, minha professora de piano era uma defensora da memorização. Ser capaz de tocar uma peça sem erro não era suficiente, e eu tinha de tocar várias peças impecavelmente, de memória. Seu raciocínio era não querer que, quando solicitados a tocar, seus alunos dissessem: “Desculpe, não trouxe essa música.”
Como criança, também memorizei passagens da Bíblia, incluindo o Salmo 119:11. Devido à minha compreensão limitada, acreditava que a simples memorização me afastaria do pecado. Dediquei-me a memorizar versículos e até ganhei, como prêmio, um livro de histórias da Bíblia.Embora memorizar a Bíblia seja um bom hábito a ser desenvolvido, não é a memorização que nos impede de pecar. Como descobri logo após meus esforços vitoriosos, ter as palavras das Escrituras em minha mente fez pouca diferença em meu comportamento. Na verdade, em vez de vitória sobre o pecado, o conhecimento isolado gerou sentimentos de culpa.Finalmente, percebi que a Palavra de Deus tinha de disseminar-se por todo o meu ser. Eu precisava internalizar as Escrituras, escondê-las “em meu coração” da maneira como um músico faz com uma peça de música. Eu tinha de viver a Bíblia tanto quanto pudesse citá-la. À medida que a Palavra de Deus se dissemina das nossas mentes aos nossos corações, o pecado perde seu poder sobre nós.


-Nosso Andar Diário

raissabulhoes:

Quando eu era criança, minha professora de piano era uma defensora da memorização. Ser capaz de tocar uma peça sem erro não era suficiente, e eu tinha de tocar várias peças impecavelmente, de memória. Seu raciocínio era não querer que, quando solicitados a tocar, seus alunos dissessem: “Desculpe, não trouxe essa música.”


Como criança, também memorizei passagens da Bíblia, incluindo o Salmo 119:11. Devido à minha compreensão limitada, acreditava que a simples memorização me afastaria do pecado. Dediquei-me a memorizar versículos e até ganhei, como prêmio, um livro de histórias da Bíblia.

Embora memorizar a Bíblia seja um bom hábito a ser desenvolvido, não é a memorização que nos impede de pecar. Como descobri logo após meus esforços vitoriosos, ter as palavras das Escrituras em minha mente fez pouca diferença em meu comportamento. Na verdade, em vez de vitória sobre o pecado, o conhecimento isolado gerou sentimentos de culpa.

Finalmente, percebi que a Palavra de Deus tinha de disseminar-se por todo o meu ser. Eu precisava internalizar as Escrituras, escondê-las “em meu coração” da maneira como um músico faz com uma peça de música. Eu tinha de viver a Bíblia tanto quanto pudesse citá-la. À medida que a Palavra de Deus se dissemina das nossas mentes aos nossos corações, o pecado perde seu poder sobre nós.


-Nosso Andar Diário


Permalink | 21:10 | 01.01.2013 | 83 | reblogged from raissabulhoes



Permalink | 19:05 | 25.12.2012


back to top
Página 7 de 38
« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 »